NIPP
  • A ESTATÍSTICA COMO ARMA !!

    Publicado em 26/05/2017 às 13:42

    Numa conjuntura difícil, e num contexto totalmente tomado por uma ou duas pautas, é auspicioso avançar positivamente,…

    Publicado por Claudio Beato em Sexta, 26 de maio de 2017


  • RELAÇÕES DE GÊNERO E SEGURANÇA PÚBLICA

    Publicado em 25/05/2017 às 16:15

    http://www.forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2017/03/R20-Final.pdf


  • PESQUISA e CAMPANHA INSTINTO DE VIDA

    Publicado em 25/05/2017 às 16:02

    Pesquisa de opinião produzida pelo FBSP/Datafolha para a campanha Instinto de Vida, ação que visa reduzir a violência na América Latina.
    Metodologia: pesquisa quantitativa, com abordagem pessoal em pontos de fluxo populacionais e de abrangência nacional. As entrevistas foram realizadas com a população brasileira adulta com 16 anos ou mais, em 150 municípios de pequeno, médio e grande porte entre os dias 03 e 08 de abril de 2017.
    Publicação cadastrada em: 8 de maio de 2017

    infografico-instintodevida

    Pesquisa Instinto de Vida

    http://www.forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2017/05/infografico-instintodevida.pdf


  • mancha criminal na Baixada e o interior do Rio de Janeiro tornou-se um novo desafio.

    Publicado em 11/05/2017 às 14:39

    Baixada e interior passam registrar maior parte dos homicídios do Rio em dez anos, aponta pesquisa


  • PESQUISADORES DO NIPP VISITAM ESCOLA EM PERITIBA

    Publicado em 05/05/2017 às 9:20

    Em passagem pelo Oeste catarinense os pesquisadores do NIPP puderam conhecer o  Programa da Polícia Militar que trata das Violências e Políticas Ambientais. O  projeto de formação de “protetores ambientais” nas escolas. As fotos mostram a visita do grupo à Escola de Educação Básica Irmã Anunciata Sperandio, município de Peritiba em 27/05/2017, acompanhados do  Sargento Chaves. Na oportunidade os pesquisadores puderam dialogar com os professores, alunos  sendo também recebidos pela prefeita de Peritiba NEUSA KLEIN MARASCHINI. 

    O  programa  da Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina chamado Programa de Formação de Protetores Ambientais – PROA, acontece em todo o estado e acompanha o calendário escolar. O curso de capacitação em proteção ambiental ocorre no contra-turno das aulas regulares e  é oferecido para jovens de 12 a 14 anos que estejam regularmente matriculados nas redes educacionais públicas e privadas. São oferecidas 30 vagas por turma e o processo de entrada se dá por processo seletivo (uma prova estadual com questões relacionadas ao meio ambiente). Os alunos recebem material didático, uniforme (estilo militar), alimentação e, na maioria das vezes, transporte. A carga horária mínima é de 180 horas,  sendo 120 reservadas para aprimoramento intelectual e 60 para aplicação do conhecimento e observação de campo empírico. O processo seletivo ocorre no mês de fevereiro de cada ano.   

    Em Peritiba a turma da Escola Básica Estadual  Irmã Anunciata Sperandio o processo seletivo contou com a participação de 93 alunos dos quais  35 obtiveram classificação para frequentar o curso. O conjunto de disciplinas destacadas pelo eixo pedagógico do projeto direciona-se a cidadania socioambiental. A didática está centrada em 5 núcleos: Polícia Militar e Cidadania – onde se conecta as atividades policial militar e a defesa dos direitos sócioambientais; Fauna, Flrora, recursos Hídricos e Poluição – onde se aprimora as formas de proteção e recomposição dos bens naturais e as necessárias mudanças de comportamento do homem em relação ao elemento natural.  A conscientização e a discussão sobre as violências ambientais e as possibilidades de mitigação na forma comunitária, na forma de políticas públicas ou mesmo individual, são pontos centrais do curso. Ao final do curso em dezembro de cada ano os alunos recebem certificação de protetores ambientais e passam a desenvolver projetos de proteção e conscientização ambiental nos municípios onde residem. As atividades são monitoradas pela Polícia Militar ambiental e por órgão específicos das prefeituras, como é o caso de Ponte Serra, onde alguns alunos, depois de 2 anos de formação seguem desenvolvendo projetos e auxiliando o município nas questões ambientais, ressalta o  Sargento Chaves coordenador dos cursos de protetor ambiental  na região  da Amauc.            

     


  • PESQUISADORES DO NIPP EM CONCÓRDIA

    Publicado em 05/05/2017 às 8:54

    Os pesquisadores do NIPP (Gabriela Ribeiro Cardoso, Felipe Mattos Monteiro, Denis Berté Sálvia, Marcelo Serran Pinho, Irme Bonamigo, Luiz Carlos Chaves e Erni J. Seibel) participaram do “Seminário Descentralizado Educação e Violências – I Jornada Integrada de múltiplas reflexões docentes”. O evento aconteceu na cidade Concórdia entre os dias 25 e 28 de abril de 2017 e surgiu a partir da publicação do livro “Educação e violências: múltiplas reflexões docentes”, em outubro do ano passado, com artigos de professores filiados ao Sinproeste sobre a temática educação e violências.

    Programação

    • 25/04/17 – Às 19h, na Facc
    Mesa-redonda: Política Legislativa e Institucionalização da Violência
    Palestrantes:
    Profª Alexandra Biezus Kunze Sandi – FACC
    Prof. Marcelo Serran Pinho – UFSC
    Debatedores:
    Prof. Felipe Mattos – UFFS/USP
    Prof. Luiz Carlos Chaves – FACC/UNC
    Mediadora:
    Profª. Francini Cansi – FACC

    • 26/04/17 – Às 19h, na Fabet
    Mesa-redonda: Violência no Espaço Escolar
    Palestrantes:
    Profª. Silvana Maia Borges – FABET
    Prof. Erni José Seibel – UFS
    Debatedores:
    Gabriela Ribeiro Cardoso – UFFS/Laranjeiras do Sul – PR / Prof. Marcelo Serran Pinho – UFSC
    Mediadora:
    Profª. Irme Salete Bonamigo – Unochapecó

    • 27/04/17 – Às 19h, na UnC
    Mesa-redonda: Processos Educacionais e violências: a problemática da inclusão/exclusão
    Palestrantes:
    Profª. Solange Aparecida Zotti – IFC/Concórida
    Profª. Inézia Demartini Zanardi – UnC/Concórdia
    Debatedores:
    Profª. IrmeBonamigo – Unochapecó
    Prof.Luiz Carlos Chaves – FACC/UNC

    • 28/04/17 – Às 19h, na UnC
    Mesa-redonda: Ambiente universitário, violências e estrutura social
    Palestrantes:
    Prof. Felipe Mattos – UFFS/USP
    Prof. Erni José Seibel – UFSC
    Prof. Luiz Carlos Chaves – FACC/UNC
    Profª. Irme Bonamigo – Unochapecó
    Debatedores:
    Gabriela R. Cardoso – FFS/Laranjeiras do Sul/PR
    Prof. Marcelo Serran Pinho – UFSC

    http://www.sinproeste.org.br/noticias/


  • Insegurança da população ameaça a democracia no Brasil

    Publicado em 02/05/2017 às 20:11

    Uma sociedade armada e blindada, abandonada à sua sorte pelo Estado, é realmente democrática?

     

    http://http://brasil.elpais.com/brasil/2017/05/02/opinion/1493726909_087841.html?prod=REG&event=go&event_log=go


  • DOSSIÊ PESQUISAS DE VITIMIZAÇÃO

    Publicado em 02/05/2017 às 15:21

    Buscando ampliar a reflexão e o debate sobre a importância das pesquisa de vitimização para pensar politicas de segurança pública e violências, inciamos aqui a formação de um dossiê sobre pesquisas desta natureza realizadas em diferentes conjunturas e países. Nossa proposta é contribuir para debate trazendo uma perspectiva cosmopolita e histórica;em outras palavras, como em outros contextos está desenvolvida esta temática.


  • SISTEMAS DE MICRO DADOS E INDICADORES (nacionais e internacionais)

    Publicado em 11/04/2017 às 11:08

    O NIPP (Denis Berté) coletou os principais sítios onde se pode investigar os sistemas de microdados e indicadores. Sistemas de microdados e indicadores


  • IBGE – Projeção da população até 2030 – Brasil e Santa Catarina

    Publicado em 06/04/2017 às 11:15

    Através dos links abaixo pode-se acessar o infográfico dinâmico do IBGE sobre a projeção da população e os vários indicadores. (clicar sobre o link e “abrir em nova janela”.

    projeção da populaçãoI

    projeção população II

    projeção população III